5º CONGRESSO BRASILEIRO DE AVALIAÇÃO DE IMPACTO

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Política Florestal na Amazônia: experiência do Acre para zerar o desmatamento

Resumo

Este trabalho analisa o impacto da Política Estadual de Florestas no Acre a partir de 2001 sobre a dinâmica do desmatamento e a produção de madeira, açaí, borracha e castanha-da-Amazônia. Foram analisados os modelos estatísticos de incremento separados em três classes de períodos de 10 anos com partida em 1989, o período pré-política florestal até 1998. Duas décadas representam o período pós-política florestal: 1999-2008 e 2009-2018. A evolução do desmatamento e o valor bruto da produção de quatro produtos florestais de maior significado econômico para o Acre identificou comportamentos diferenciados que podem ser associados à implementação da política florestal. Foi detectado somente uma queda de significado estatístico do desmatamento no período pós-política florestal e o aumento da produção de açaí. Por outro lado, houve queda na produção de borracha, indicando que a política, a despeito de promover melhora na produção florestal, não conseguiu evitar o colapso da produção de borracha ou ampliar a produção de castanha-da-Amazônia e de madeira em tora de acordo com tendência observada desde 1989.

Palavras-chave

Florestania. Madeira em tora. Produtos não-madeireiros.

Área

Governança Ambiental e AIA

Autores

LUIZ AUGUSTO MESQUITA DE AZEVERO, ÉCIO RODRIGUES, RAUL VARGAS TORRICO, JAIRO SALIM P LIMA