5º CONGRESSO BRASILEIRO DE AVALIAÇÃO DE IMPACTO

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

TIERING E SERVIÇOS ECOSSISTEMICOS: METODOS E TECNICAS PARA O PLANEJAMENTO URBANO E AMBIENTAL

Resumo

O tiering no planejamento apresenta-se com um desafio para o adequado encadeamento das questões ambientais estratégicas em diferentes níveis de decisão, desde políticas a projetos, até em diferentes setores de um mesmo nível hierárquico. Os Serviços Ecossistêmicos (SE) representam potencial de endereçar questões ambientais e sociais de forma integrada e propiciar o tiering. A integração entre o planejamento ambiental e urbano, pode-se materializar no contexto de unidades de conservação urbanas, cujos benefícios dos ecossistemas devem ser explicitados para todas as partes interessadas. Este trabalho tem o objetivo de discutir a aplicação dos principais métodos e técnicas para avaliar a oferta de SE na análise espacial das tendências e na formulação de indicadores para a APA Bororé-Colônia e dos Parques Naturais Municipais do Bororé, Itaim e Varginha na cidade de São Paulo. Essas unidades de conservação têm sofrido pressão antrópica nos últimos anos e a perda de vegetação nativa tem afetado o potencial dessas áreas em fornecer SE. A análise espacial de tendências históricas de uso e cobertura da terra permite a identificação dos principais drivers e pressões na região de forma a contribuir com diagnóstico e prognósticos da gestão das UCs, informando outros níveis estratégicos de planos setoriais e territoriais bem como Avaliação de Impacto Ambiental de projetos.

Palavras-chave

Serviços ecossistêmicos; Tiering; Planejamento urbano e ambiental

Área

Serviços ecossistêmicos e AIA

Autores

MARIA LUIZA PETRONI, JULIANA SIQUEIRA-GAY, AMARILIS GALLARDO