5º CONGRESSO BRASILEIRO DE AVALIAÇÃO DE IMPACTO

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

A ABORDAGEM DA MEDIAÇAO DOCONHECIMENTO APLICADA A AVALIAÇAO DE IMPACTO

Resumo

A abordagem da Mediação do Conhecimento (MC) faz parte do campo das teorias ligadas à gestão de conhecimentos e, mais sinteticamente, pode ser definida como um processo em que o compartilhamento dos conhecimentos entre as partes envolvidas contribui para a consolidação de entendimentos comuns e, ainda, auxilia a tomada de decisões. Este conceito se alinha às produções científicas no campo da Avaliação de Impacto Ambientais (AIA) que, nos últimos anos, tem destacado a necessidade de seus processos serem desenvolvidos a partir de uma perspectiva mais participativa e consultiva, devendo ainda procurar o fortalecimento dos mecanismos de envolvimento de diversos atores. A MC é pouco conhecida no campo AIA e, nesse sentido, a pesquisa bibliométrica se coloca como uma ferramenta fundamental para sondar o desenvolvimento de um campo pesquisa. A bibliometria é um método de análise quantitativo essencial à pesquisa científica. Os dados elaborados por esse tipo de estudo têm como finalidade transmitir informações sobre as produções realizadas até o momento e sua aplicação permite traçar o perfil e suas tendências, além de evidenciar áreas temáticas. Este trabalho apresenta, então, uma análise bibliométrica das publicações que envolvem o tema da MC no campo de estudos da AIA. Utilizou-se, para tanto, como plataforma de busca a base de dados do Scopus e partir de uma rotina de busca por palavras-chave indexadas foram identificados um conjunto de 21 publicações, divulgadas entre 2009 e 2019. Os dados e metadados foram processados em um editor de planilhas (LibreOffice Calc) e através do Software de análise de dados bibliométricos VOSviewer. Essa aplicação metodológica resultou em um delineamento abrangente das pesquisas sobre a abordagem da MC no campo das Ciências Ambientais e especificamente à AIA. Além dos resultados recorrentes produzidos por esse tipo de pesquisa, como ano de publicação, autorias, países e periódicos citados com frequência, os resultados indicam que a introdução da abordagem da MC surge explicitamente em 2010 e com maior volume a partir de 2015. Pode-se concluir, ainda, que através de mapas de redes e de densidade de coocorrências de palavras-chave foi possível compreender quais temas este conceito tem abrangido, pois esses mapas revelam que as produções exploraram quatro grandes nichos temáticos, que envolvem aspectos, como, a diversidade de contextos de decisão, as mudanças climáticas, os instrumentos de avaliação de impacto e as concepções da MC. O Conjunto de trabalhos também revela uma maior concentração de estudos focados na aplicação da Avaliação Ambiental Estratégica em relação a outros instrumentos da AI. A partir dessas observações, conclui-se, então que os resultados obtidos mostram o potencial da pesquisa bibliométrica, que além de revelar aspectos importantes sobre a trajetória de publicações, permitem agregar conhecimentos para novos trabalhos e, assim, abrir caminhos de exploração para novas abordagens de pesquisa.

Palavras-chave

Mediação do Conhecimento (Knowledge Brokering), Mudanças Climáticas, Pesquisa Bibliométrica

Área

O papel da ciência na AIA e no Licenciamento Ambiental

Autores

TIAGO RODRIGUES, MARCELO MONTAÑO